Potencialize a assertividade de seu produto através dos early-adopters

 

Nós já discutimos aqui a importância da buyer persona para uma startup. Conhecer seu público e segmentá-lo dentro do funil de compras é fundamental para saber que tipos de estratégia serão mais adequados ao seu negócio. Dentro dessa segmentação, um nicho muito importante para startups é o dos early adopters. Eles representam o grupo de influenciadores e especialistas que já estuda o campo da inovação e estão dispostos a testá-la, fornecer feedback e até a investir no projeto, caso atenda às suas expectativas.

Antes de mais nada – se você ainda não tiver feito isso – é preciso cair na real. Saber que nem todo mundo vai comprar sua ideia, e a verdade é que, embora você acredite que ela seja revolucionária, o mercado pode não considerá-la como tal. Não se deixe encantar por uma ideia boa, que pode dar certo, mas que na prática não apresenta as características necessárias para se tornar um grande negócio. É preciso pé no chão e uma série de testes de erros e acertos para garantir a viabilidade do seu produto.

Pontuado isso, vamos agora explorar o conceito de early adopters, que nasceu a partir de um gráfico proposto pelo cientista social Everett Rogers, em 1962, que divide os consumidores por grupos, de acordo suas diferentes receptividades a uma determinada inovação tecnológica.

technology_adoption_cicle

A curva do gráfico aborda desde inovadores, visionários, que apostam na inovação como vantagem competitiva, até os retardatários, que apresentam resistência a inserção da novidade em seu dia a dia.

Os early adopters correspondem à parcela do gráfico que aceita inovações sem muitos obstáculos. Por serem entusiastas da tecnologia, eles não somente têm facilidade ao lidar com novos dispositivos e métodos, mas se apresentam como seus possíveis difusores e defensores.

Esse grupo é relevante para as startups porque representa os consumidores que detêm o know-how do assunto. Geralmente são especialistas, influenciadores que gostam de estar por dentro das notícias de tecnologia e de serem incluídos como pioneiros na experiência de uma inovação. Também podem ser peças importantes na disseminação do produto para outros grupos de consumidores.

Alguns exemplos de early adopters são estudiosos, pesquisadores de universidades, bloggers, vloggers de tecnologia, especialistas e curiosos. Eles são importantes porque entendem as necessidades e demandas tecnológicas e vão fornecer os primeiros feedbacks sobre de que maneira a grande massa de consumidores tende a receber a inovação. Por terem uma noção ampla das necessidades e demandas tecnológicas, o feedback dos early adopters é tão precioso.

A recompensa dada aos early adopters é a exclusividade de serem os primeiros a entrar em contato com a inovação. O privilégio de explorar as possibilidades de uma nova tecnologia é considerada como ótima retribuição por eles, pois pode representar a possibilidade de uma vantagem competitiva no mercado. Por isso, muitos deles estarão dispostos a investir na sua proposta.

Como e onde encontrar os early adopters?

early

É essencial construir uma rede de influência ao redor da sua startup. Esteja por dentro de tudo: fóruns, blogs, eventos, happy hours, centros de referência em pesquisa, grupos online de discussão sobre o tema da sua inovação. Departamentos de grandes universidades podem ser um ótimo caminho para encontrar early adopters com referência de peso.

É claro que a aprovação dos early adopters não cobre todas as demandas que a inserção de um produto necessita para ter sucesso no mercado. A cultura e o contexto social no qual a sua inovação vai ser inserida afetam o modo como a recepção irá acontecer. Análises técnicas fazem a diferença, mas não se esqueça: quando se trata da aceitação de uma inovação, é preciso ter pé no chão e ter em mente a quem se destina, e como ela irá afetar seu público-alvo.

Lembre-se de que a palavra de um especialista é muito poderosa na hora de divulgar a sua inovação ao grande público. No geral, todo mundo gosta de inovação, de ser sua vida facilitada ou otimizada pela tecnologia, que é e sempre foi encarada como artigo de luxo. Porém, há os que resistem, e os early adopters podem sugerir alternativas de como tornar o produto viável para ser introduzido no mercado.

Para garantir os melhores early adopters, antecipe-se e foque na construção de uma rede de possíveis interessados na sua inovação. Insira-os dentro das novidades do seu mercado, aponte tendências, construa um networking positivo. Após isso, recompense seus parceiros. Forneça informações exclusivas, ofereça parcerias de pesquisa e inovação.

Por fim, é sempre bom lembrar que você estará lidando com o nicho top of mind da tecnologia e inovação. Trate-os bem, faça-os sentir que são pioneiros na inserção de uma inovação que pode representar uma grande mudança de paradigma na vida de muitas pessoas.